O fruto de casca dura...Jatobá.

A nome da árvore de jatobá (Hymenaea coubaril), vem do tupi que significa “fruto de casca dura”. A árvore de jatobá pode atingir de 15 a 20 m de altura, até 30 m na região Amazônica. No Brasil, pode ser encontrada desde o estado do Piauí até o norte do Paraná, sendo nativa da floresta estacional semidecidual. Os frutos desta espécie possuem forma de vagens indeiscentes, são duros e de cor marrom-escura, com 3 a 8 sementes envoltas por uma farinha comestível e de grande valor nutritivo (rica em proteínas e fibras solúveis e insolúveis), sendo consumida pelo homem e também por animais.



O decocto da casca da árvore de jatobá é utilizado na medicina popular para o tratamento de problemas respiratórios (asma, bronquite, rinite) e gastrointestinais (úlceras, gastrite, azia, refluxo), problemas urinários (infecções de bexiga, retenção hídrica), cálculo renal, verminoses e diarréia. A resina de jatobá, conhecida também como “jutaicica” ou “copal”, possui utilização na medicina popular, sendo mastigada para tratar dores de estômago e flatulência, e queimada para o tratamento de resfriados e dores de cabeça. Além do seu uso medicinal a resina é usada também como incenso em rituais.




74 visualizações
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo

© 2014 NaturSense  -  Lençóis | Chapada Diamantina - Bahia | Brasil